Não me encare como um inimigo


adolecente fumando

Os exemplos são muitos e estão próximos da gente. Os jovens deveriam olhá-los com atenção e observarem-nos como prática e com mudanças em seu estilo de vida.

No dia 29 de agosto, daqui a exatos três dia comemora-se o Dia Nacional de Combate ao Fumo. Por isto, dedicaremos alguns dias para falar sobre este grande mal, o tabagismo, responsável por um enorme número de doenças crônicas não transmissíveis, que levam a um grande número de mortes anualmente.

Hoje atendi uma paciente que já havia atendido há 1 ano. Naquela ocasião me relatou a história do seu marido, um homem com 59 anos e portador de doença pulmonar obstrutiva crônica, mas precisamente enfisema pulmonar, acuado em um leito na sua residência com necessidade de equipamentos especiais para que consiga ter uma respiração um pouco melhor. Lembrei do fato e perguntei por ele, me respondendo que havia morrido há três meses.

Algum tempo atrás também, um médico amigo meu, boêmio e com sessenta anos, me disse que não conseguia mais realizar atividade física e que até subir uma escada lhe causava falta de ar.

Histórias parecidas com uma identidade única: eram fumantes inveterados que mesmo já tendo parado de fumar havia alguns anos, sofriam hoje as consequências danosas do tabagismo.

Estas são as justificativas para que você não me encare como um inimigo. Seja você meu filho, meu sobrinho, meu amigo ou meu paciente, tenha certeza de uma coisa, eu só quero o seu bem.

A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é uma doença crônica dos pulmões que diminui a capacidade para a respiração, que ocorre devido a uma obstrução do fluxo de ar, causado, na maioria das vezes, pelo tabagismo de longa data. O termo DPOC usado de forma genérica se refere a doenças como a bronquite crônica, enfisema pulmonar, asma brônquica e bronquiectasia, mas na maioria das vezes o estaremos relacionando a bronquite crônica e o enfisema pulmonar.

Na bronquite crônica o paciente apresenta tosse produtiva (com catarro) pelo menos três meses ao ano, por dois anos consecutivos. É importante, no entanto, estabelecer o diagnóstico diferencial com infecções respiratórias e tumores.

Já no enfisema pulmonar ocorre uma destruição de grande parte dos alvéolos, prejudicando o funcionamento dos demais, ainda saudáveis. Os alvéolos são uma estrutura pulmonar onde ocorre a troca de oxigênio pelo gás carbônico.

O DPOC se desenvolve após vários anos de exposição ao tabagismo e poeiras. Os portadores da doença apresentam dificuldade para respirar além de tosse produtiva, com dificuldade também para desenvolver atividade física e, dependendo do grau, até para exercícios mais leves. O pior, é que muitos pacientes, mesmo depois de diagnosticados, permanecem fumando, o que causa agravamento dos sintomas, diminuição da qualidade de vida e morte precoce.

O diagnóstico da doença é feito através de uma boa anamnese investigando-se os hábitos do paciente e sua história ocupacional, exames de imagem (RX de tórax e tomografia de pulmão), espirometria e análise dos gases sanguíneos.

O tratamento inicia-se, obrigatoriamente, com a parada do tabagismo, além do uso de broncodilatadores e, em alguns casos, corticosteróides.  Em alguns casos é necessário do uso de oxigênio, até mesmo na residência do paciente.

Como perceberam, a DPOC é uma doença prevenível por estar relacionada com o estilo de vida do paciente e a fatores ambientais.

Imaginem uma pessoa de sessenta anos que não consegue fazer qualquer atividade física, até mesmo subir lances de escada. Vocês querem isto para vocês? Querem isso para o seu filho, seu sobrinho ou seu amigo? Claro, que não. Não tenham medo de serem encarados como inimigos, ou chatos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s