Dia mundial sem tabaco


dia mundial sem tabacoO tabagismo é a principal causa de morte evitável em todo o mundo.

Hoje, 31 de maio, comemora-se o Dia Mundial sem Tabaco. Esta data comemorativa foi criada em 1987 pela Organização Mundial de Saúde (OMS), objetivando-se o desenvolvimento de ações em todo o mundo contra o tabagismo. O consumo de derivados do tabaco (cigarro, charuto, cigarrilha, cachimbo) é uma das mais importantes causas de doenças e de mortalidade prematura em todo o mundo.

De acordo com dados da OMS, cerca de 5 milhões de pessoas morrem todos os anos (10 mil mortes por dia), por doenças relacionadas ao tabaco, dessas 600 mil são fumantes passivos, sendo por isso, classificado pela organização como um dos fatores que mais contribuem para a epidemia de doenças cronicas não transmissíveis como o infarto agudo do miocárdio, derrames cerebrais, câncer e enfisema pulmonar.

No Brasil o tabagismo é responsável por 200.000 mortes por ano, que corresponde a, absurdas, 23 mortes por hora. Um estudo do Instituto Nacional do Câncer realizada em 2013, comprovou uma queda de 50% da incidência de fumantes entre 1989 e 2010 relacionada as políticas públicas implantadas e ao aumento da taxação dos impostos sobre o cigarro, fazendo com que as pessoas de menor poder aquisitivo deixassem de fumar. Mesmo assim ainda estima-se que morrerão 13 milhões de pessoas até 2050 por doenças relacionadas ao cigarro.

O cigarro causa diversas doenças, entre elas diversos tipos de câncer: boca, língua, laringe, esôfago, estômago, pulmão e bexiga. Causa também infarto, acidentes vasculares cerebrais, gastrite, úlcera, trombose e impotência sexual, além de outras.

Um terço da população mundial adulta é fumante, ou seja, 1 bilhão e 200 milhões de pessoas.

A fumaça do cigarro é uma mistura de 4.700 substâncias tóxicas, principalmente o alcatrão (composto por mais de 40 substâncias cancerígenas), monóxido de carbono e nicotina. A nicotina é considerada pela OMS como uma droga, assim como a cocaína, que causa dependência química.

Os fumantes, comparados aos não fumantes, apresentam um risco:

  • 10 vezes maior de adoecer por câncer de pulmão
  • 5 vezes maior de sofrer infarto
  • 5 vezes maior de sofrer de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC)
  • 2 vezes maior de sofrer derrame cerebral

Se parar de fumar agora:

  • após 20 minutos a pressão arterial e pulsação voltam ao normal
  • após 2 horas não apresenta mais nicotina no sangue
  • após 8 horas o nível de oxigênio no sangue se normaliza
  • após 2 dias existe uma melhora do olfato e do paladar
  • após 3 semanas a respiração melhora
  • após 5 a 10 anos o risco de sofrer infarto será igual de quem nunca fumou

Em uma época onde as manifestações em nosso país, totalmente legítimas e por diversos motivos, faço um singelo apelo aos fumantes, sejam eles meus amigos ou não e, em especial, ao meu filho fumante desde a adolescência. Para este, mesmo com uma chance maior de eu já não estar vivo e não vê-lo sofrer por alguma destas doenças relacionadas ao cigarro, gostaria que soubesse que este sofrimento já existe, porque do seu futuro, se não for feito alguma coisa imediatamente, será triste, doloroso, com menos qualidade de vida e com uma interrupção precoce da sua vida.

“Fumantes, manifestem-se a favor de vocês próprios fazendo alguma coisa pela sua saúde e parem de fumar. Mesmo assim saibam que os efeitos dessa atitude só serão notados dentro de 20 anos, quando se conseguirá observar uma diminuição da incidência das doenças relacionadas ao tabaco”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s